Configurando o Tactium Webhook em uma DMZ do Tactium OMNI

456 Visualizações
20, setembro de 2021
Caio Nascimento

Objetivo

Neste documento iremos abordar os procedimentos necessários para a aplicação e configuração do WebHook em uma rede externa (DMZ) e como funciona sua comunicação com a rede interna (Servidor Local), criando uma solução em duas camadas.

Pré-requisitos

  • Webhook interno já configurado no Servidor Local. Para saber mais sobre acesse Configurando o WebHook no Portal do GupShup.
  • A rede DMZ deve estar devidamente configurada com a porta de acesso, certificado web postado e com os IP’s de acesso da GupShup liberados para troca de requisições.

É de extrema importância que os Webhooks, interno e externo, estejam na mesma versão, afim de evitar qualquer tipo de incompatibilidade.

Topologia do processo

Para um melhor entendimento de como funciona a comunicação entre os WebHooks (interno e externo), segue uma apresentação da topologia e suas necessidades, durante todo o processo.

  • Rede Local (link interno): Necessita ter acesso a pasta de anexos e também a URL externa da API do GupShup para envio das mensagens.
  • Rede DMZ (link interno e externo): Precisa estar acessível para tratar o recebimento das mensagens, onde o Webhook externo, como um intermediário, recebe-as e envia para o Webhook interno.
    • Torna-se necessário que a rede da DMZ possua o acesso do Webhook interno (local).
    • O link do Webhook externo necessita ter https com o certificado implantado.

Configurando o Webhook na rede DMZ

Com o Webhook já configurado no servidor da rede local, precisaremos fazer o mesmo no servidor da rede DMZ. Desta forma, iremos adicionar os pacotes do Webhook na máquina.

O link do Webhook do Tactium OMNI deverá conter o protocolo de segurança https. Em vermelho sinalizamos os dados que serão as variáveis definidas de acordo com o site configurado no cliente e do aplicativo criado na GupShup.

https://SiteDomínioDoCliente/Omni/Webhook/nomeAppGupShup/

Exemplo da URL no ambiente da Tactium ficaria da seguinte forma, conforme o exemplo do app do GupShup do print abaixo: https://tactium.com.br/Omni/Webhook/TACTIUMProd/

No IIS ficará da seguinte forma:

Em seguida precisaremos realizar o apontamento do Webhook externo (DMZ) para o Webhook interno (Servidor local), para isso precisamos ir no arquivo Bibliotecas.config, do Webhook externo, e modificar o valor da chave UrlServicoHook, nele é necessário indicar o caminho de acesso do Webhook interno.

O pacote de instalação do Webhook da DMZ é o mesmo do Webhook da rede interna. A única diferença está relacionada com o apontamento da URL, onde dentro da rede DMZ é apontada para webhook interno e na rede interna é realizado o apontamento para o Banco de Dados, como esboçado na topologia anteriormente.

Feito isso, os métodos/requisições recebidos da GupShup pelo Webhook externo poderão ser repassados para o Webhook interno.

Alterações necessárias no ManagerADM

Com os Webhooks já, devidamente, configurados precisamos verificar os links interno e externo do ManagerADM nas configurações gerais. Para mais informações acesse Configurando as URLs do WebHook Interno e Externo.

Configurando o Serviço do GupShup (WhatsApp)

Após ter concluído todas as configurações das etapas anteriores precisamos criar o serviço de WhatsApp (GupShup). Para saber como configurar este serviço acesse Configurando o Serviço do Gupshup.



Este conteúdo foi útil para você?
100% LikesVS
0% Dislikes

Index